Qual a cura da candidíase?

Recebo muito essa pergunta e para endereçar a resposta. Em primeiro lugar, recomendo a leitura do meu artigo anterior que explica o raciocínio que você deve entender antes de qualquer coisa. Leia o artigo aqui.

Como explicado no artigo mencionado, é preciso compreender que não existe isso de “cura” da candidíase no sentido de estar falando de uma informação única, muito menos algo inédito, secreto ou mesmo revolucionário.

O site Candidíase Tem Cura, por exemplo, fala muito nessa questão e argumenta que o nome do site não faz uma alusão a uma promessa de “cura da candidíase”.

O nome do site não é “a cura da candidíase”, mas sim “candidíase tem cura”, no sentido de ser uma afirmação, uma frase que indica que a doença TEM cura.

Mas qual a cura da candidíase então?

Sim, candidíase tem cura, mas é importante manter em mente que não estamos falando então de uma informação específica que poderia levá-lo a perguntar: então, qual a cura da candidíase? pois isso não faz sentido!

O que as pessoas esperam é ouvir algo simples, direto, objetivo e exato como “tome o remédio tal e pronto, nunca mais você terá candidíase”.

Mas isso é impossível, pois a candidíase é uma doença secundária, ou seja, ela é apenas um reflexo de algum outro problema no corpo que está causando a vulnerabilidade que permite com que a cândida consiga se multiplicar em excesso.

Como o problema é causado por “outro problema” não adianta tratar a candidíase diretamente sem endereçar esse “outro problema”, entende?

Ainda dando continuidade à analogia que fizemos no artigo anterior, me diga: gripe tem cura? então, qual a cura da gripe?

Sim, gripe tem cura, nós sabemos disso. Candidíase, da mesma forma, também tem cura. Isso não quer dizer que “a cura” seja uma informação específica.

Da mesma forma que para ficar livre da gripe, que tem cura e todo mundo sabe disso, você precisa fortalecer seu sistema imunológico, se alimentando bem.

Fazendo exercícios, não fumando, não ingerindo muita bebida alcóolica e de preferência ingerindo certos alimentos que tornam seu corpo ainda mais resistente.

Com a candidíase ocorre o mesmo, com um grau adicionado de complexidade, devido às especificações próprias do fungo candida albicans, mas no fundo o raciocínio é o mesmo.

Outros fatores como stress, ansiedade, outros medicamentos tomados para tratar outras doenças, pílula anticoncepcional, antibióticos, e doenças como diabetes, lúpus, AIDS e artrite reumatóide podem em conjunto, ocasionar a predisposição para desenvolver candidíase.

A “cura” da candidíase é a reversão ou neutralização dos fatores que causam a doença.

Você entende então como a cura não é uma informação específica do tipo, faça isso, faça aquilo, dê 3 pulinhos para trás, amarre uma cordinha no dedão esquerdo e pronto, você estará curado da candidíase para sempre!

Isso não existe, não é mesmo?! É algo assim que você estava procurando? Uma informação específica? O nome de um medicamentos? O nome de um suplemento? Uma erva milagrosa? Um chazinho? Pois é, não é assim que funciona!

Da mesma forma como você compreende que para evitar gripes frequentes você tem que primeiro identificar o que tem causado tantas gripes frequentes e depois tomar diversas providências combinadas (só tomar vitamina C não adianta muito!).

Com a candidíase você deve entender que o raciocínio é o mesmo.

Salvo as diferenças relativas ao comportamento da candida albicans, como comer menos açúcar pois a cândida se alimenta de açúcar e assim por diante.

O ponto que eu quero passar aqui é que a cura da candidíase não é uma informaçãozinha única, uma frase, uma solução tiro e queda. Mas assim como ocorre com gripes e resfriados, são inúmeros fatores, todos combinados que evitam a reincidência da candidíase.

É importante compreender, entretanto, que apesar da minha analogia com a gripe e resfriados, eu não estou querendo dizer que a solução da candidíase é a mesma!

O que estou querendo dizer é que o raciocínio para evitar a reincidência é o mesmo. Ou seja, você deve observar uma série de fatores diferentes em seu corpo. Incluindo a imunidade, que afeta tanto a capacidade para ficar gripado quanto para desenvolver a candidíase. E também outros fatores como mencionados no artigo Causas da Candidíase.

Menciono o site Candidíase Tem Cura no início e recomendo o livro de mesmo nome. A fim de compreender todos os aspectos que precisam ser endereçados a fim de reduzir ou até mesmo acabar com a recorrência da candidíase.

No entanto, é preciso, compreender que não há nada de milagroso ou inédito sendo proposto neste livro.

Como se a “cura” da candidíase estivesse sendo vendida, pois isso é uma tolice, já que a “cura”, como argumento nesse artigo, não é uma informação específica para poder ser vendida!

Como explico nesse artigo, o nome do site refere-se a afirmação de que candidíase tem sim cura, o que é um fato.

Portanto, o livro explica toda a complexidade da doença e todos os aspectos que você deve observar. A fim de identificar as causas da doença em você e ser capaz de reverter o processo e finalmente acabar com a recorrência da doença.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.