O que é a Candidíase Intestinal?

A candidíase intestinal é causada por uma infestação do fungo candida albicans na região gastro-intestinal.

candidíase intestinal envolve uma parasitose fúngica em algum ponto dos intestinos. Nossos intestinos são habitados por bilhões de micro-organismos, dentre bactérias e fungos que possuem diversas funções positivas em nosso corpo.

De fato, não seria possível sobreviver sem esses micro-organismos. Nosso próprio processo de digestão envolve a atividade de muitas espécies de bactérias que ajudam as enzimas a quebrar e processar os alimentos que consumimos.

Sem esses micro-organismos nosso processo digestivo sofreria muito. E é justamente o que ocorre quando há um desbalanço no equilíbrio das diversas populações de bactérias e fungos que vivem em nossas entranhas.

O efeito mais comum que percebemos é quando tomamos antibióticos. Antibióticos matam bactérias, boas e ruins.

Quando estamos doentes e precisamos tomar antibióticos, o alvo são as bactérias ruins que estão causando problemas e precisam ser eliminadas ou sua população precisa ser drasticamente reduzida para que possamos restaurar nossa saúde. 

Sentimos, no entanto, efeitos imediatos em nosso processo digestivo ao tomarmos antibióticos, pois eles matam também as bactérias boas como os famosos lactobacilos vivos, popularizados pelo Yakult, que ajudam muito no processo digestivo.

Algumas pessoas acabam com diarreia, enquanto outras têm constipação. Há ainda pessoas que sofrem de cólicas e enjoos ao passarem por tratamentos com antibióticos. Isso tudo porque precisamos demais dessas bactérias e qualquer desequilíbrio provoca reações em nosso corpo.

A cândida é um fungo que vive normalmente no intestino e também na pele e boca.

Todo mundo, sem exceção, possui cândida no corpo, de várias espécies como a candida albicans, a candida sp e a candida tropicallis.

Há muito pouca diferença entre uma e outra e todas as causas e soluções são válidas para todos os tipos de cândida, então não se preocupe se você foi diagnosticado com uma ou com outra. Na realidade, você possui todos os tipos em seu organismo.

O diagnóstico diz apenas qual espécie cresceu em excesso e está causando os sintomas da candidíase.

A cândida é um fungo oportunista, ou seja, aproveita qualquer oportunidade para que possa crescer e se multiplicar em excesso.

Essas oportunidades ocorrem quando há um desbalanço na população natural de micro-organismos, seja na pele, como no caso da candidíase vaginal ou peniana, ou nos intestinos.

As bactérias que ajudam nosso corpo a manter as populações de fungos e bactérias nocivas sob controle são extremamente sensíveis a qualquer alteração em nosso corpo e morrem com muita facilidade.

Antibióticos as matam diretamente, daí serem a principal causa da candidíase, em qualquer lugar do corpo.

No entanto, muitas outras condições podem levar as “bactérias do bem”, como chamamos, a morrerem e consequentemente darem oportunidade para que a cândida e outros fungos e bactérias “do mal” possam se reproduzir em excesso e causar problemas.

Como a candidíase intestinal se instala?

Populações de fungos e bactérias geralmente são controladas por uma questão de espaço e recursos disponíveis. Dado o espaço necessário e os recursos (alimento), bactérias e fungos se espalham até encontrarem um novo limite de espaço ou os recursos acabarem. Se não houver qualquer limite de espaço e recursos abundantes, bactérias e fungos continuam se reproduzindo e se espalhando indefinidamente.

Obviamente, há um limite de espaço dentro do nosso corpo e em nossa pele! Há também um limite de recursos (nutrientes).

As bactérias benéficas devem ocupar o maior espaço possível e consumir a maior quantidade de recursos possível para que sobre pouco para os micro-organismos que não ajudam em nada e só atrapalham. Se essas bactérias começam a morrer, as demais populações começam a crescer.

Em uma pessoa saudável, esses movimentos podem ocorrer de tempos em tempos, como por exemplo, durante tratamentos com antibióticos ou durante um período de intenso stress.

Quando o corpo volta ao normal, contudo, as bactérias do bem, também chamadas de probióticos, se restabelecem e se um episódio de candidíase foi resultantes da debilidade física, a candidíase vai embora e não volta mais.

candidíase intestinal, no entanto, revela um quadro de intensa debilidade física e imunológica. Muitas vezes causado por anos e anos em que uma condição não diagnosticada. Como uma intolerância alimentar, está fortalecendo o crescimento de populações de micro-organismos hostis como a cândida, enquanto as populações de bactérias positivas luta para sobreviver.

Para entender o que causa a candidíase intestinal, leia o próximo artigo desta série: O que causa a candidíase intestinal?

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.