Quais os sintomas da candidíase peniana?



Os sintomas da candidíase peniana nem sempre são claros ou estão todos presentes. Veja abaixo uma lista de todos os sintomas possíveis.

Candidíase peniana sintomas

Você pode ter candidíase mesmo sem apresentar todos os sintomas abaixo. No entanto, é um mito a ideia de que o homem pode ter candidíase mesmo sem apresentar sintoma algum. A candida albicans é um fungo que vive na pele de todo mundo, sem exceção. Por isso, todo homem tem cândida no pênis, isso não quer dizer que tenha candidíase! A candidíase peniana é uma infecção causada pelo crescimento excessivo da população de cândida já existente no pênis.

A candidíase peniana (no pênis) apresenta sintomas como:

- ardência;

- vermelhidão;

- coceira;

- secreção branca parecida com o sêmen;

- inchaço;

- dor durante relações sexuais;

- pele sensível que se corta facilmente.

A candidíase peniana deve ser diagosticada primeiramente por um médico

 

Se você não foi ainda diagnosticado por um médico com candidíase, pare de procurar informações na rede e vá ver um médico!

Um diagnóstico certeiro é a primeira coisa que você precisa. Não saia pela internet pedindo ajuda dos outros para identificar o que você tem. As pessoas não têm bola de cristal, nem são adivinhas! Ninguém pode adivinhar o que você tem com base nos seus sintomas, pois os mesmos sintomas podem ser compartilhados por inúmeras doenças.

Além disso, a candidíase em homens não é comum. Isso significa que para um homem ter candidíase é necessário que algo muito sério esteja ocorrendo com sua saúde. De HIV a diabetes, muitos são os problemas que podem estar no fundo de crises de candidíase peniana. Por isso é imprescindível ver um médico primeiro, fazer os exames apropriados e determinar o que está ocorrendo no corpo que está permitindo a vulnerabilidade que está dando espaço para o crescimento em excesso da cândida.

Leia o artigo Candidíase no pênis – O que pode causar cândida no pênis? para ter uma ideia melhor do que pode causar a candidíase peniana para que você compreenda o quanto é importante fazer um checkup geral de saúde primeiro para avaliar o que está errado com o corpo. Em casos de intolerância alimentar ou acidez corporal, isso é uma coisa que só você mesmo poderá determinar, mas é importante ver um médico primeiro para fazer os diversos exames que irão afastar as possibilidades de doenças mais sérias.

Comentários

Para adicionar uma foto ou imagem ao seu comentário crie um "gravatar", clique aqui.
Ao preencher o formulário para comentar, use o mesmo e-mail usado no site Gravatar.


5 Comentários to “Quais os sintomas da candidíase peniana?”
  1. RAí says:

    ardência;
    - vermelhidão;
    - coceira
    to tomando itroconazol a dois dias e nada. cubro a cabeça do meu penis com pomada pra aliviar a coceira, fica vermelho e o que eu façoooooo to com medoooo quero fik bommmm

  2. marcio says:

    to passando peo mesmo plma qq eu faço?

  3. Alan says:

    Um tempo atrás comecei a sentir muita coceira no pênis e logo depois surgiu uma vermelhidão, um pouco de inchaço e apareceu uma massinha tipo sebo, procurei um urologista e na análise visual dele tratava-se de fungos. Receitou uma pomada chamada Candicort e o comprimido Fluconazol 150ml para fazer tratamento por 7 e 14 dias. Fiz o tratamento e os sintomas melhoraram, mas uma semana após o fim do tratamento os sintomas retornaram. Voltei ao médico e ele pediu para repetir o tratamento, sendo que ocorreu a mesma coisa, os sintomas voltaram.
    Continuei utilizando apenas a pomada e percebi que meu pênis estava diferente, mais embranquecido e após as relações sexuais sentia uma forte ardência como estivesse ferido.
    Decidir procurar outro urologista e expliquei toda a história, ele passou a pomada Baycuten-N e o comprimido Miconal 100mg para usar 7 e 4 dias, entretanto fez um alerta, este tipo de fungos sempre volta, a única solução seria a retirada total da pele que cobria a glande do pênis com a cirurgia chamada de postectomia radical. Falei a ele que eu já tinha feito esta cirurgia quando criança, mas ele explicou que desta vez seria retirada toda a pele que cobria a glande do pênis e que ele ficaria aberto o tempo inteiro evitando a umidade e o surgimento de fungos.
    Utilizei o medicamento que ele receitou por um período, mas parava de usar os sintomas voltavam. Então resolvi retornar para o médico, ele insistiu dizendo que a solução definitiva seria a cirurgia e que outros tipos de tratamento não resolveria totalmente o problema.
    Cheguei a marcar a data da cirurgia, mas fiquei com medo de como ficaria a aparência do meu pênis, então resolvi procurar outro urologista para escutar outra opinião, na consulta ele examinou o pênis e falou que a primeira cirurgia que eu já tinha feito era para ter sido retirado toda a pele, mas que para resolver o problema com os fungos era para eu seguir tais recomendações:

    Durante 15 dias ficar 24 horas com gases amarrada na glande do pênis, impedindo que a pele fechasse;
    Durante estes 15 dias poderia usar qualquer uma das pomadas que os outros médicos já haviam receitados;
    Usar apenas sabonete neutro;
    Mesmo depois dos 15 dias, após urinar deixasse o pênis por um período aberto;
    Lavar e secar sempre o pênis várias vezes ao dia;
    Não ficar muito tempo com roupa molhada;
    Evitar excesso de açúcar;
    Após as relações sexuais ou masturbação, sempre lavar o pênis;
    Usar camisinha.

    Já fazem 6 meses que que comecei a seguir estas orientações, mas não sentir mais a coceira e nem a vermelhidão, apenas o inchaço que as vezes aparece. Como os sintomas quase sumiram, desistir de fazer a cirurgia.

    Então, este é o meu relato do meu problema com fungos no pênis e como conseguir acabar com os sintomas.

  4. Renato says:

    Se não tiver nenhuma coceira, vermelhidão, manchas brancas dor no penis. Será que o homem pode ter tmb ?

    • Marta Andrade says:

      Olá Renato,

      É difícil saber, mas a regra geral é que sem sintomas não há candidíase. Todo mundo, contudo, tem cândida nos órgãos genitais, o que pode em tese, gerar crises de candidíase dependendo de outros fatores como imunidade, alergias e irritação na pele, o que pode ocorrer durante a relação sexual, levando a pessoa a acreditar que ela “pegou” candidíase do parceiro, quando isso na verdade, não ocorreu.

      Abraços,

      Marta Andrade

Entre na conversa!

Deixe aqui sua opinião.

A seção de comentários é uma ferramenta de interação entre leitores e feedback para o autor. Não faça perguntas para o autor através dessa seção, o autor não poderá responder.

Current day month ye@r *