Candidíase no pênis – O que pode causar cândida no pênis?



Compreenda o que pode causar a candidíase no pênis

A candidíase no pênis não é tão comum quanto a candidíase vaginal. Isso porque o pênis não é um local apropriado para que a candida albicans se reproduza a ponto de causar a candidíase. Explico: A candida albicans (e também qualquer outra espécie de cândida como candida sp) é um fungo que vive normalmente na pele de todo mundo, portanto “ter” cândida na pele não implica em candidíase.

Candidíase no pênis

A candidíase é uma infecção causada pelo aumento exagerado da população desse fungo. Como você deve se lembrar de suas aulas de biologia e ciências na escola, fungos gostam de locais fechados (abafados), úmidos, quentes e levemente ácidos. A vagina é um local que bate com todas essas especificações. O pênis, porém, não é.

A candidíase no pênis, portanto, exige que algo muito sério esteja ocorrendo no corpo do homem para que se manifeste, pois do contrário, os mecanismos normais de combate à proliferação exagerada da cândida no corpo funcionariam normalmente como ocorre com todo mundo que tem cândida no corpo, mas nunca desenvolve a candidíase.

A maioria, senão 100% dos casos de candidíase no pênis, envolve alguma condição mais séria de saúde, muitas vezes desconhecida do homem, que está debilitando seu organismo e permitindo com que a cândida, que é um fungo oportunista, tire vantagem dessa vulnerabilidade e se reproduza em excesso.

Veja os casos mais comuns que estão relacionados à candidíase no pênis


A caso mais comum é diabetes. Praticamente todos os pacientes de diabetes, homens e mulheres, têm que lidar com episódios ocasionais ou frequentes de candidíase. Isso porque a diabetes afeta tanto o sistema imunológico, quando a forma como o corpo lida com o açúcar e ambas as condições favorecem a proliferação da cândida. Em alguns casos, basta a tendência para desenvolver a diabetes. O homem não precisa ter diabetes para ter candidíase relacionada aos mesmos fatores. Se você é homem e tem candidíase no pênis, mas não tem diabetes, faça um levantamento do histórico de diabetes em sua família. Caso você não tenha predisposição genética, você pode considerar que esse não é o fator que causa a candidíase em você. É útil fazer um exame de triglicerídeos também, só para ter uma ideia do seu nível de açúcar no sangue. Tem gente que não faz ideia de que tem alto nível de triglicerídeos e isso é um dos indicadores de tendência para desenvolver diabetes no futuro. A cândida se alimenta de açúcar, se você tem muito acúcar no sangue, isso irá favorecer a candidíase.

Fora a diabetes, em casos mais raros, outras doenças que afetam diretamente o sistema imunológico como AIDS, lúpus e artrite reumatóide também estão relacionadas à candidíase no pênis e em outros locais do corpo ainda menos comuns como o couro cabeludo, unhas e locais diversos na superfície da pele. Candidíase oral (na boca e esôfago) também é comum em pacientes que sofrem de doenças imunodepressoras.

Agora, o que é pouco discutido é que intolerâncias alimentares incorrem em inúmeros casos de candidíase em homens sem que esses saibam o que está causando tanto a candidíase quanto inúmeros outros problemas de saúde como problemas digestivos e intestinais, dores de cabeça, cansaço e fadiga crônica, entre outros.

Intolerâncias alimentares são diferentes de alergias. Alergias geralmente são mais drásticas e quem tem alergias, tem conhecimento delas, pois qualquer exposição ao elemento causador da reação alérgica resulta em reações no corpo que podem até mesmo ser fatais.

No caso de intolerâncias, o mesmo não ocorre. Por isso muita gente vive a vida inteira com intolerâncias alimentares sem saber o que é que está errado. Médicos também são de pouca ajuda, pois não existem exames para identificar a maioria das intolerâncias, principalmente em graus mais leves. No entanto, mesmo a mais leve intolerância, com o tempo, pode causar candidíase.

O que é uma intolerância alimentar? Uma intolerância alimentar é um tipo de irritação ou rejeição desenvolvida pelo corpo com o passar do tempo e quanto mais um tipo de alimento é ingerido. É importante que você compreenda esse ponto, pois você pode pensar que não tem alguma intolerância específica, só porque comeu determinado tipo de alimento a vida inteira e nunca teve problemas. Assim como a cirrose que ataca o fígado do alcóolatra somente com o tempo, a intolerância alimentar também não aparece do nada e raramente está presente em pessoas jovens. Ou seja, você pode comer pão a vida inteira e não ter qualquer tipo de reação, mas lá pelos 40 anos, começar a desenvolver intolerância ao fermento e só começar a apresentar sintomas visíveis depois dos 45.

Como não existem exames para descobrir intolerâncias e médicos não possuem bola de cristal, não adianta ir no médico para descobrir se você é intolerante a alguma coisa. Isso só pode ser descoberto por você mesmo, com o passar do tempo realizando testes com alimentos e produtos. O livro Candidíase Tem Cura dá uma boa ajuda ensinando como fazer isso.

Stress e ansiedade também contribuem para que a candidíase se instale em homens, mas sozinhos não têm impacto algum. É preciso que haja algum outro fator para que, desencadeado pelo stress, possa causar crises de candidíase. Esse outro fator pode ser diabetes (ou tendência a desenvolvê-la), outras doenças ou intolerâncias alimentares.

O mais comum é que hajam vários fatores somados, como intolerância alimentar que o homem desconhece ter + stress do cotidiado + vida sedentária + má alimentação + acidez corporal. Esse é um quadro comum e é uma receita de primeira para a candidíase, principalmente no pênis, que dentre todos os locais no corpo do homem é o mais propício para desenvolvimento da candidíase, apesar de como mencionei anteriormente, não ser “tão” convidativo quanto a área vaginal.

A acidez corporal, caso você esteja se perguntando o que é, é uma condição de desequilíbrio do pH do corpo causado por má alimentação e hábitos sedentários. Fungos vivem em ambiente ácido. É por esse motivo que se coloca cloro em piscinas. O cloro, que é a substância mais alcalina na natureza, neutraliza a acidez natural da água e evita que fungos tomem conta da piscina. Lembrando das aulinhas de ciência na escola, a cândida é um fungo e o pH na natureza vai de 1 a 14. Esse índice indica a acidez, neutralidade ou alcalinidade de uma solução aquosa. Ou seja, quando dizemos “alcalino” estamos nos referindo aos índices acima de 6 e contrários de ácido, os índices abaixo de 5. 5 é considerado um pH neutro, mas na realidade, como no caso da água, tende para ácido.

Há muita confusão sobre esse assunto na internet e muita gente desinformada dizendo que a cândida é um fungo que vive em ambiente alcalino! Basta se lembrar das aulinhas básicas de biologia e ciências na escola para saber que isso não é verdade!

Alguns alimentos tendem a tornar o pH dos fluídos do corpo mais ácido do que alcalino e isso favorece a reproducão de fungos. Existe até uma dieta, chamada dieta alcalina que ensina como controlar o pH do corpo através da alimentação e com isso evitar muitos problemas de sáude, incluindo a candidíase, e perder peso.

Comentários

Para adicionar uma foto ou imagem ao seu comentário crie um "gravatar", clique aqui.
Ao preencher o formulário para comentar, use o mesmo e-mail usado no site Gravatar.


1 Comentário to “Candidíase no pênis – O que pode causar cândida no pênis?”
  1. Arthur says:

    Este foi, de longe,o artigo mais completo eais esclarecedor que eu encontrei. Há um bom tempo venho com problemas recorrentes em determinados órgãos e só depois de fazer o exame de intolerância a lactose, e excluir leite e derivados dainha dieta é que eu tive uma melhora bastante consideravel. Espero ficar curado dessa candidiase, porque é uma coisa extremamente chata e incomoda.

Entre na conversa!

Deixe aqui sua opinião.

A seção de comentários é uma ferramenta de interação entre leitores e feedback para o autor. Não faça perguntas para o autor através dessa seção, o autor não poderá responder.